Carregando um mundo de fofurices pra você <3 ...

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Eeerrr... desculpa, 365 Little Things...

Não é todo que passa por aqui que acompanha (ou acompanhava) o projeto 365 que comecei junto com o ano de 2013, o 365 Little Things. Já falei dele aqui no blog algumas vezes, mostrei minhas fotos preferidas e prometi algumas vezes que faria o possível para não abandoná-lo. E fiz.

Mas não é sempre que a gente tem a opção de escolher o que fazer, ou se tem, temos ao menos que usar um pingo de sensatez, mesmo naqueles momentos em que a vida pega a gente de jeito, vira prum lado, pro outro, de ponta cabeça e depois manda o recado: se vira. Pois é, aí é hora de escolher o que é prioridade e o que não é.

Últimas fotos do 365 Little Things
Os meses de março e abril tinham de tudo para serem o meses mais perfeitos do ano: férias programadas, viagem em vista, novos ares, novos planos, tempo com a família, tempo com o desconhecido, muitas fotos, dias no deserto, matar saudade da irmã mais nova e pra fechar tudo com chave de ouro, um show da minha banda preferida no qual eu iria com o nome na lista, lá em Oxford. A banda? The Kooks <3

Dia 23 de março saí de casa com meu pai feliz da vida rumo a Londres, depois de passar meses juntando meu suado dinheirinho, fui rever meu lugar preferido nesse mundo. Depois de Londres passaria mais alguns dias em Portugal com minha irmã que está morando por lá, outros dias em Marrocos com o noivinho no meio do deserto, aí voltaria para Portugal e depois para Londres com minha irmã. De lá a gente iria para Oxford, para o show do The Kooks. Era a viagem perfeita, mas não foi na hora perfeita.

Chegamos em Londres e no dia seguinte recebi a notícia de que minha filha teria que ser internada por causa de uma infecção e até então eu não sabia se era uma internação que duraria um dia ou uma semana. Fato é que no fim das contas, uma viagem que era para durar 20 dias, durou apenas 5 e quando voltei para o Brasil fui direto para o hospital e lá fiquei até a Mari receber alta. Não há coração de mãe que resista a uma situação dessas. Antes disso, ela ficou com minha mãe, a quem devo agradecer o resto da vida por todas as oportunidades de fazer coisas incríveis que tive, por todo cuidado que ela sempre teve com a Mari quando não estive por perto. O resto dos dias de férias passamos em casa, ao Deus dará, descansando o corpo e a mente. Ah! E é claro, comendo muito para recuperar o peso (a Mari, ok?).

No meio disso, haja cabeça para lembrar de fotografar, para lembrar de qualquer coisa que não fosse: "Quero que isso tudo passe logo". E hoje já posso dizer que passou. Ufa! A Mari está ótima e recuperada, mais linda que nunca. E eu voltando às boas com o trabalho, com o blog e me acostumando com a ideia de continuar pobre sem ao menos ter completado a viagem que planejei. Pelo menos passei uns dias em Londres, revi e descobri lugares incríveis, matei a saudade da irmã e pude passar mais tempo ao lado do meu pai.
Ainda vem post sobre Londres e muitas coisinhas lindas de lá!
Apesar de ter parado com o 365 Little Things, não vou parar de fotografar, mas agora a única obrigação que quero ter enquanto fotografo é a de registrar coisas bem lindas, para usar ou não. Confesso que essa obrigação estava pesando um pouco.

Dinheiro não sobrou, mas uma coisa ficou: a certeza de que fiz o que devia ser feito e de que no fim das contas, tudo dá certo e acaba virando história pra contar.

Além disso, quando resolvi abandonar a viagem, me impus uma condição: a de correr (MAIS) atrás do que eu quero desde muito tempo. E em breve dividirei aqui com vocês meus novos projetos que aos poucos estão tomando forma.

Mais uma vez a vida mostrou que nada é em vão e que em tudo, mas tudo mesmo, sempre temos algo a aprender. E o destino (eu acredito nessas coisas) não dá ponto sem nó. Ponto.

20 comentários:

  1. Mais que justos os motivos neh? Mas sempre que fizer desses cliques tão fofos e poéticos, compartilha com a gente. É sempre bom ver tanta beleza pelos olhos do outro. Ah propósito, favor colocar na sua agenda para "coisas a fazer em 2013": almoçar/dar um oi/marcar happy hour com a Suellen ... pq ó ... mais enrolada que você, só eu mesma. =x

    ResponderExcluir
  2. Zizi acho que esses projetos são para exercitarmos nosso olhar no dia-a-dia, mas as vezes acaba se tornando uma obrigação (com nós mesmos) e nem sempre podemos cumprir, mas o importante é continuar sendo uma pessoa criativa e dedicada, e eu sei que isso você é! Ainda não sou mãe, mas imagino o que você deve ter sentido quando sua filha ficou doente longe de você. Sei que você terá a oportunidade de fazer a viagem dos seus sonhos novamente!

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Que bom que sua filha melhorou! :) Deve ter sido um baita susto. Tá certa, coração de mãe é maior que tudo.
    Amo The Kooks, já fui em um show deles, no Circo Voador, que por sinal foi um dos melhores shows que já fui! Muito bom! :)
    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Oieeee linda...acho que você fez a coisa certa...filho é filho e o bem mais importante que existe e tudo que se faz por eles não é errado...com certeza Deus te dará oportunidade de fazer novas descobertas em belas viagens...tudo que fazemos com aquela obrigação de fazer deixa de ser prazerosso, curte suas fotos e pronto assim você leva a vida mais leve hehe...ótimo fim de semana pra você...beijinho

    Francine

    ResponderExcluir
  5. Eu queria ser uma pessoa que consegue fazer projetos assim e ir até o final, mas realmente as vezes não dá pra continuar por motivos maiores né?
    (ameeeei as fotos!)
    :*

    ResponderExcluir
  6. É, a vida sempre nos surpreende! São as curvas que a tornam interessante e bem vivida.
    Que bom que está tudo bem com a sua pequena, porque no final das contas era isso que mais importava. E melhor ainda que no fim você passou as férias grudadinha nela! hehehe...
    Não são todos os projetos que conseguimos cumprir não é mesmo. E eles são "projetos", ou seja, tem a possibilidade de dar certo ou não (:

    ResponderExcluir
  7. Assino embaixo do que a Stephany falou aí embaixo. O importante é que a Mari agora está bem.
    Gostei das suas fotos. Você tem um olhar bem interessante.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. Claro, Suellen! Vou continuar compartilhando sim! Afinal, tenho que alimentar esse blog cheio de leitores famintos hahaha
    Poxa, juntamos duas enroladas então! Mas vai sair! Vamos fazer assim: vamos marcar e pronto! A gente se vira!

    ResponderExcluir
  9. Foi o que aconteceu, Ritielle! Valeu a pena enquanto durou e acho que deu pra dar uma treinada! Continuo fotografando, mas sem a obrigação de compartilhar, sabe? Afinal, quero muito melhorar cada dia mais nesse aspecto.


    Foi uma barra! Mas aí a gente trabalha, junta dinheiro de novo e ainda leva a filha a tira colo para a viagem :)

    ResponderExcluir
  10. Foi um susto! Mas ainda bem que passou!


    Minha irmã foi nesse show e ainda conheceu os caras! E eu não fui porque estava viajando :~ Sou muito azarada quando o assunto é The Kooks :( Lá em Londres minha irmã encontrou com eles também, gravaram vídeo pra mim e tudo mais, mas ver eles ao vivo que é bom, nada.


    Beijo!!

    ResponderExcluir
  11. Com certeza, Francine :) Muito obrigada pelo carinho!


    Beijão e bom fim de semana pra você também!

    ResponderExcluir
  12. heheheh eu também queria! Mas infelizmente, não foi dessa vez :(


    Obrigada, Elisa!


    Beijo!

    ResponderExcluir
  13. Com certeza, Stephany! Foi o que eu disse, no fim das contas, tudo vira história pra contar! E a vida também não dá ponto sem nó, acho que era isso mesmo que a gente estava precisando, passar mais tempo juntas, você não tem ideia como a nossa relação melhorou.
    Quanto ao projeto, é isso mesmo! A gente tenta fazer dar certo, se não der, a gente tenta outra coisa :)


    Beijão, querida!

    ResponderExcluir
  14. É isso mesmo, Juliana :)


    Muito obrigada!


    Beijão!

    ResponderExcluir
  15. Sua agenda é mais cheia que a minha .... uhahuauhauhhua define um dia e me fala. :*

    ResponderExcluir
  16. aaaaaaaaaaaah que lindo!! ahahahahaha que honra! :)
    mt legal, corre atras do show (eles devem voltar ao brasil, circo lotou) que é mt bom!

    ResponderExcluir
  17. Ai Zilah... hoje mesmo comentava com uma amiga sobre essas voltas que a vida dá. Eu já fui mais aflita, agora vivo o momento (bom ou ruim) pq nunca sabemos. Hoje ruim, amanhã bom, amanhã ruim e por aí vai... o importante é não se prender tanto, tirarmos as coisas boas (sempre tem), e carregar lições que valem pela vida inteirinha. Que bom que no fim ficou tudo bem, que sua filhota tá bem e que que você teve uma página interessante na sua historinha de vida, que eu conheço pouco mas admiro muito :)
    Um beijo,
    Re.

    ResponderExcluir
  18. Loving these fun photos! Thanks for sharing! Xo, M&K at brewedtogether.com

    ResponderExcluir
  19. Hoje peguei pra ler meus feeds atrasados e li seus posts que não havia lido ainda.
    Menina, você é incrível, só tenho isso a dizer. Sua filha Mari, linda e diva, deve ser uma belezura de menina e tudo deve valer a pena por ela sim. Com certeza não faltarão oportunidades de coisas lindas na sua vida.
    Um beijo e um ótimo domingo pra vc!

    ResponderExcluir
  20. Quantas voltas, idas e vindas...Âhhh vida, sua danadinha...rs

    É, eu já reclamei muito da minha vida, mas hoje em dia não reclamo mais, aprendi a aceitar as coisas, boas ou ruins que ela têm a me oferecer! E consequentemente minha vida vêm melhorando cada doa mais. Prefiro acreditar que nada é por acaso e sou feliz assim!

    Filhos são sempre nossa prioridade, não é?! Tenho 2 e meus planos vão por água abaixo quando vejo que algo não está legal para eles, eles sim, fazem com que tudo vale á pena! ( que bom q sua princesa está bem!)

    beijos.

    Carla.

    www.umlarparaamar.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...